Fevereiro 2017
! 21 DE JEJUM DE DANIEL 24-SINAIS A BÍBLIA A HISTÓRIA DE ESTER A ÚLTIMA PEDRA ADESIVO ADIR ALVES ANDRESSA URACH ANIMAÇÃO ANJOS DA MADRUGADA ANUNCIOS ARGUMENTOS ART ARTE ARTES BANNER BÍBLIA NARRADA BLOCO BOLSA BP.ADILSON BP.ALESSANDRO PASCHOL BP.ALEXANDRE MENDES BP.ALFREDO BP.ALLAN SENA BP.ANDRÉ CAJEU BP.ANDRÉ ESTEVES BP.ANDRÉ MORGADO BP.ANTONIO C BP.ANTONIO MORAIS BP.ARNALDO LANZELOTI BP.AROLDO BP.AUGUSTO DIAS BP.BIRA FONSECA BP.CARLOS CUCATO BP.CARLOS ROCHA BP.CÉLIO LOPES BP.CELSO JUNIOR BP.CLAÚDIO LANA BP.CLÁUDIO LENA BP.CLODOMIR BP.DANILO BP.DARLAN BP.DJALMA BEZERRA BP.DOMINGOS BP.EDSON COSTA BP.EMERSON C BP.FERNANDO BP.FERNANDO SOUZA BP.FERNANDO VASSOLER BP.FORMIGONE BP.FRANCISCO BP.FRANCISCO DE ASSIS BP.FRANKLIN BP.GÉRSON VIERA BP.GONÇALVES BP.GUARACY BP.INALDO SILVA BP.JADSON BP.JAIR BARBERA BP.JEAN PAULO BP.JOÃO BATISTA BP.JOÃO LEITE BP.JORGE SILVA BP.JORGE VIERA BP.JOSÉ DE HOLANDA BP.JULIO F BP.LEANDRO ZANGARINI BP.LENO BP.LUIS CARLOS GOMES BP.LUIS ORÁVIO BP.MACEDO BP.MANOEL SILVA BP.MARCELO BRAYNER BP.MARCELO CRIVELLA BP.MARCELO PIRES BP.MARCIO BP.MARCUS VINÍCIUS BP.MIGUEL BP.NATAL FURUCHO BP.ODIVAN BP.OLIVEIRA BP.PAULO ROBERTO BP.RAFAEL CAVINA BP.RANDAL BRITO BP.RENATO CARDOSO BP.ROBERTO MAUSER BP.ROBSON BP.ROGÉRIO SILVA BP.ROMUALDO BP.SÉRGIO BRAGA BP.SÉRGIO CORRÊA BP.SÉRGIO GONSALVES BP.SIDNEY MARQUES BP.SILVA BP.VAGNER CAIXINHA CALEBE CAMINHADA DO AMOR CAMISAS CAMPANHAS CARAVANA DO RESGATE CAROLO ARTIGOS CARRO DE SOM CARTA CARTÃO CARTELAS CD CERTIFICADO CHAMADA VÍDEO CHIP CLIPES COISAS DE MULHER CONSELHO Convite CREDENCIAL CURTA METRAGEM D. FÁTIMA D. VIVIANE D.CRISTIANE CARDOSO D.DANIELLE CAROTTI D.ESTER BEZERRA D.FERNANDA D.NANDA BEZERRA DANIEL GODRI DANIELE MAGALHÃES DAVI ARGENTINO Descarrego DESENHO GOSPEL DESENHOS BÍBLICOS DESTRUIDOR DE SONHOS DIPLOMA DÍZIMOS DOCUMENTÁRIOS DOSES DE ÂNIMO Download DOWNLOADS DVD SHOWS EBI EBI. E PA ENTREVISTA ENVELOP ENVELOPE Envelopes Escola do Amor Estudo ESTUDO PARA TERAPIA ESTUDOS ESTUDOS PARA OBREIROS FICHA FILHOS DE PASTORES FILMES CONSTRUTIVOS FILMES CRISTÃOS FILMES DESENHOS FILMES ÉPICOS FJU Fogueira Santa FOLHETOS FORÇA JOVEM BRASIL FORÇA JOVEM UNIVERSAL Frases Inspiradoras FUNDO DE ORAÇÃO GIESLEY MOTA GLADIADORES GODLLYWOOD GUILHERME NETO HISTÓRIA DE SABEDORIA História de sabedoria e humildade HOMENAGEM Humor IDÉIAS IGOR LOPES ILUSTRAÇÕES BIBLICAS Imagem IMAGENS INTELLIMEN ÍSIS REGINA JACKSON CARDOSO Jejum de Daniel LETRAS DE MUSICAS LEVI DA LUZ LIVRO Livro Para Ouvir LOGO TIPO LOJA FABIO LUIZINHO SILVA Matéria Video MATÉRIA VÍDEOS MATERIAL DE CAMPANHA Material Gráficos mensagem MENSAGEM DAS ESPOSAS MENSAGENS MENSAGENS DE FÉ MILTON CARDOSO Minissérie Motivação MULHER V MULHERES EM FOCO musica MUSICAS Nanda Bezerra NOITE DA SALVAÇÃO NOTICIA Notícias NÚBIA SIQUEIRA O DESAFIO DE ELIAS OBREIRO (A) Obreiros OBREIROS EM FOCO OS DEZ MANDAMENTOS PAIS & FILHOS PALAVRA DO BP MACEDO Palavra amiga do Bp.Macedo palestra PALESTRA PARA CASAIS PALESTRAS PARA PENSAR Pasta PASTAS PASTOR GUILHERME GRANDO PASTOR JACOB PEÇA TEATRAL PEGAMINHO PERGAMINHO PERGUNTA E RESPOSTA Pr Rogerio Formigoni Pr. Alexandre Mendes PR. ALEXANDRE SOUZA PR. ANTONIO MORAES PR. DIETER Pr. Edson PR. IRINEU PR. JEFERSON BRAYNER PR. KÊNIO REZENDE PR.ALAN PR.ALEX LIMA PR.ALEXANDRE MENDES PR.ALVES PR.COSME PR.CUCATO PR.DANIEL PR.DANIEL RETAMIRO PR.EDSON PR.FÁBIO LINS PR.FLÁVIO DINIZ PR.GIL FERRAZ PR.JOSUÉ MORAES PR.LAURINDO PR.LENO PR.LUCIANO ALVES PR.LUCIANO SANTOS PR.MARCELO MORAIS PR.MARCOS FRANÇA PR.MARLON SOUZA PR.RICARDO PR.ROBERSON PR.TÍNDARO LANES PR.WESLEY POLICARPO PR.WILLIAM LARA REFLEXÃO RELÍQUIAS REPORTAGEM RICARDO LEITE Rituais RITUAL ROGÉRIO LUIS SALVAR ALMAS SANTO CULTO Santo culto em seu lar Simulação SIMULAÇÕES Superação SUPERAÇÃO E MOTIVAÇÃO TECLADISTAS tecladistas da iurd Templo de Salomão TEMPLO SL Terapia do amor Test Fogueira Santa Testemunho TESTEMUNHO DO TEMPLO TESTEMUNHO FS TESTEMUNHO MONTE CARMELO TESTEMUNHOS THE LOVE SCHOOL TRABALHO SOCIAL TRISTIMUNHO UM PASTOR CHEIO DE GRAÇA UMA IDEIA MUDOU MINHA HISTÓRIA VÍCIO TEM CURA Vida Sentimental VÍDEO VÍDEO AULA video de salvação videos VÍDEOS VÍDEOS BÍBLICOS VINHETAS VITRAL



Certa vez, em uma cidade do interior de Minas, um padeiro foi ao delegado e deu queixas do vendedor de queijos que segundo ele estava roubando, pois vendia 800 gramas de queijo e dizia estar vendendo 1 quilo. 

 O delegado pegou o queijo de 1 quilo e constatou que só pesava 800 gramas e mandou então prender o vendedor de queijos sob a acusação de estar fraudando a balança. 

 O vendedor de queijos ao ser notificado da acusação, confessou ao delegado que não tinha peso em casa e por isso, todos os dias comprava dois pães de meio quilo cada, colocava os pães em um prato da balança e o queijo em outro e quando o fiel da balança se equilibrava ele então sabia que tinha um quilo de queijo. 

 O delegado para tirar a prova mandou comprar dois pães na padaria do acusador e pode constatar que dois pães de meio quilo se equivaliam a um quilo de queijo. Concluiu o delegado que quem estava fraudando a balança era o mesmo que estava acusando o vendedor de queijos.



Laurinha, embora contasse apenas com oito anos de idade, tinha um coração generoso e muito desejoso de ajudar as pessoas.

 Certo dia, na aula de Evangelização Infantil que frequentava, ouvira a professora, explicando a mensagem de Jesus, falar da importância de se fazer caridade, e Laurinha pôs-se a pensar no que ela, ainda tão pequena, poderia fazer de bom para alguém. Pensou... pensou... e resolveu: - Já sei! Vou dar dinheiro a algum necessitado. 

Satisfeita com sua decisão, procurou entre as coisas de sua mãe e achou uma linda moeda. Vendo Laurinha com dinheiro na mão e encaminhando-se para a porta da rua, a mãe quis saber onde ela ia.

 Contente por estar tentando fazer uma boa ação, a menina respondeu: - Vou dar esse dinheiro a um mendigo! A mãe, contudo, considerou: - Minha filha, esta moeda é minha e você não pode dá-la a ninguém porque não lhe pertence. Sem graça, a garota devolveu a moeda à mãe e foi para a sala, pensando... - Bem, se não posso dar dinheiro, o que poderei dar? Meditando, olhou distraída para a estante de livros e uma ideia surgiu: - Já sei! A professora sempre diz que o livro é um tesouro e que traz muitos benefícios para quem o lê. 

Eufórica por ter decidido, apanhou na estante um livro que lhe pareceu interessante, e já ia saindo na sala quando o pai, que lia o jornal acomodado na poltrona preferida, a interrogou: - O que você vai fazer com esse livro, minha filha? Laurinha estufou o peito e informou: - Vou dá-lo a alguém! Com serenidade, o pai tomou o livro da filha, afirmando: - Este livro não é seu Laurinha. 

É meu, e você não pode dá-lo a ninguém. 

Tremendamente desapontada, Laurinha resolveu dar uma volta.

 Estava triste, suas tentativas para fazer a caridade não tinham tido bom êxito e, caminhando pela rua, continha as lágrimas que teimavam em cair. - Não é justo! – resmungava. 

– Quero fazer o bem e meus pais não deixam. Nisso, ela viu uma colega da escola sentada num banco da pracinha.

 A menina parecia tão triste e desanimada que Laurinha esqueceu o problema que a afligia. Aproximando-se, perguntou gentil: - O que você tem Raquel? A outra, levantando a cabeça e vendo Laurinha a seu lado, desabafou: - Estou chateada, Laurinha, porque minhas notas estão péssimas. 

Não consigo aprender a fazer contas de dividir, não sei tabuada e tenho ido muito mal nas provas de matemática. 

Desse jeito, vou acabar perdendo o ano. Já não bastam as dificuldades que temos em casa, agora meus pais vão ficar preocupados comigo também. Laurinha respirou, aliviada: - Ah! Bom, se for por isso, não precisa ficar triste. Quanto aos outros problemas, não sei.

 Mas, em relação à matemática, felizmente, não tenho dificuldades e posso ajudá-la. Vamos até sua casa e tentarei ensinar a você o que sei. Mais animada, Raquel conduziu Laurinha até a sua casa, situada num bairro distante e pobre. Ficaram a tarde toda estudando. 

Quando terminaram, satisfeita, Raquel não sabia como agradecer à amiga. - Laurinha, aprendi direitinho o que você ensinou. Não imagina como foi bom tê-la encontrado naquela hora e o bem que você me fez hoje. Confesso que não tinha grande simpatia por você. 

Achava-a orgulhosa, metida, e vejo que não é nada disso. 

É muito legal e uma grande amiga. Valeu. Sentindo grande sensação de bem-estar, Laurinha compreendeu a alegria de fazer o bem. Quando menos esperava, sem dar nada material, percebia que realmente ajudara alguém. Despediram-se, prometendo-se mutuamente continuarem a estudar juntas. Retornando para a casa, Laurinha contou à mãe o que fizera, comentando: - A casa de Raquel é muito pobre, mamãe, acho que estão necessitando de ajuda. Gostaria de poder fazer alguma coisa por ela. 

Posso dar-lhe algumas roupas que não me servem mais? – Perguntou, algo temerosa, lembrando-se das “broncas” que levara algumas horas antes. A senhora abraçou a filha, satisfeita: - Estou muito orgulhosa de você, Laurinha, agiu verdadeiramente como cristã, ensinando o que sabia. Quanto às roupas, são “suas” e poderá fazer com elas o que achar melhor. 

Laurinha arregalou os olhos, sorrindo feliz e, afinal, compreendendo o sentido da caridade. - É verdade mamãe. São minhas! Amanhã mesmo levarei para Raquel. 

E também alguns sapatos, um par de tênis e uns livros de histórias que já li.


Família, fé e música: Angie King, uma garota vinda de uma cidade pequena, deixa os dois primeiros para trás depois que decide correr atrás de um sonho. O sonho de ser uma cantora de muito sucesso. LeToya Luckett, que esteve na formação original de Destiny’s Child, faz do seu debute no cinema algo memorável, ao expor seu talento neste inspirador conto recheado de música. Luckett interpreta Angie, filha de um austero, mas adorável bispo. Sua atração pelo astro de um show gospel itinerante (Tank) a coloca na estrada também… E rumo ao romance, à desilusão e à realização de que a felicidade que ela tanto persegue pode estar lá atrás, no lar que ela deixou. Será que seu severo pai aceitará o retorno da filha pródiga? Se junte a ela nesta poderosa jornada épica.


Um homem muito rico morreu e foi recebido no céu. 

O anjo guardião o levou por várias alamedas e foi lhe mostrando as moradias... Passaram por uma linda casa, com belos jardins.

 O homem rico perguntou: - Quem mora ai? - É o Raimundo, aquele seu motorista que morreu no ano passado. 

O homem ficou pensando: "Puxa! O Raimundo tem uma casa dessas! Aqui deve ser muito bom." Logo em seguida surgiu outra casa, ainda mais bonita. Então, ele perguntou: - E aqui, quem mora? O anjo respondeu: - Aqui é a casa da Rosalina, aquela que foi sua cozinheira. O homem ficou imaginando que, tendo seus empregados magníficas residências, sua morada deveria ser, no mínimo, um palácio.

 Estava ansioso por vê-la. Nisso, o anjo parou diante de um barraco construído com tábuas e disse: - Esta é a sua casa! O homem ficou indignado! - Como é possível? Vocês sabem construir coisa muito melhor. - Sabemos - respondeu o anjo - mas nós construímos apenas a casa. O material é selecionado e enviado por vocês mesmos. E foi esse o material que você nos enviou ao longo de sua vida.



O filme Deus não Está Morto 2 mostra a história de Grace, uma professora cristã, que é questionada sobre Jesus dentro da sala de aula. Sua resposta inicia uma perseguição ao direito à crença. Sua fé é colocada à prova ao enfrentar um processo judicial épico que poderá custar-lhe a carreira que ela ama e expulsar Deus da sala de aula e da esfera pública de uma vez por todas. 

 De que lado você está?





Três estudantes não fizeram um exame, porque não estudaram. Eles elaboraram um plano; sujaram-se com graxa, óleo e gasolina e foram ao professor:
"Professor, pedimos desculpas. Não pudemos vir ao exame, pois estávamos num casamento e no caminho de volta o carro quebrou, por isso estamos tão sujos, como pode ver".
O professor entendeu e deu-lhes três dias para se prepararem. Apos três dias, eles foram ao exame muito bem preparados porque tinham estudado.
O professor colocou-os em salas separadas e aplicou  a prova que tinha apenas 4 perguntas:
*1. Quem casou com quem?*
*2. Que horas o carro quebrou?*
*3. Onde exatamente o carro quebrou?*
*4. Qual é a marca do carro?*
*NOTA:* Se as respostas forem idênticas, estarão aprovados.
*Boa Sorte !*
Ser honesto significa *escolher* não mentir, roubar, enganar ou trapacear de modo algum. Quando somos honestos, desenvolvemos a força do *caráter*.
A honestidade não é para poucos, mas para todos.



O ex-condenado Armstrong Cane (Ving Rhames) retorna ao bairro em que morava, como um homem mudado, que quer assumir a velha igreja e congregação de seu pai. Mas a vizinhança está tomada por drogas e gangues. Os que conseguem, mudam-se para áreas mais prósperas e passam a seguir um esperto pastor (Ricardo Chavira). Mas mesmo com um perigoso chefe de gangue (Dean McDermott) ameaçando seu rebanho, Armstrong não desiste. Fortemente decidido, Armstrong prega a palavra de Deus a quem quiser ouvir, especialmente a Norris, um jovem prestes a cair numa vida de más opções. Eles mantêm uma ligação próxima e se esforçam para mudar, mas será que os pecados do passado voltarão para assombrá-los?


No dia em que o bom Deus criou as mães (e já vinha virando dia e noite há seis dias), um anjo apareceu e disse:
- Por que tanta inquietação por causa dessa criação, Senhor?
- Você já leu as especificações desta encomenda? Ela tem que ser totalmente lavável, mas não pode ser de plástico; deve ter 180 partes móveis e substituíveis; funcionar à base de café e sobras de comida; ter um colo macio que sirva para matar a fome das crianças; um beijo que tenha o dom de curar qualquer coisa, desde perna quebrada até namoro terminado... e seis pares de mãos.

O anjo balançou lento a cabeça e disse:
- Seis pares de mãos, Senhor? Parece impossível.
- Não é esse o problema - disse o Senhor. - E os três pares de olhos que as mães tem que ter?
- O modelo-padrão tem isso? - indagou o anjo.
O Senhor assentiu:
- Um par para ver através das portas fechadas, para quando se perguntar que é que as crianças estão fazendo lá dentro (embora já o saiba); outro par na parte posterior da cabeça para ver o que não deveria mas precisa saber. E naturalmente os olhos normais, capazes de fitar uma criança em apuros dizendo-lhe: "Eu te compreendo e te amo", sem proferir uma palavra.
- Senhor, - disse o anjo, tocando-lhe levemente na manga - é hora de dormir. Amanhã é um novo dia...
- Não posso - replicou Deus. - Está quase pronta. Já tenho um modelo que se cura sozinho quando adoece, consegue alimentar uma família de seis pessoas com meio quilo de carne moída e convence uma criança de nove anos a tomar banho.

O anjo rodeou vagarosamente o modelo de mãe e suspirou:
- É muito delicada.
- Mas é resistente - respondeu o Senhor entusiasmado. - Você não imagina o que esta mãe pode fazer ou suportar.
- E ela pensa?
- Não apenas pensa, mas discute e faz acordos - explicou o Criador.

Finalmente o anjo se curvou e passou os dedos pelo rosto do modelo:
- Há um vazamento - retrucou.
- Não é um vazamento - disse Deus. - É uma lágrima.
- E para que serve?
- Para exprimir alegria, tristeza, desapontamento, dor, solidão e orgulho.
- Vós sois um gênio - disse o anjo.

Mas o Senhor ficou melancólico:
- Isso apareceu assim; não fui eu quem a colocou nela..


Um homem, viúvo e idoso, vivia sozinho. Mesmo tendo trabalhado muito durante sua vida, agora já não podia trabalhar mais e o dinheiro estava no fim. Tinha três filhos homens, mas, já casados, estavam ocupados demais com suas famílias e quase não tinham tempo para visitá-lo. Sentia-se cada vez mais fraco e as visitas dos filhos eram cada vez mais espaçadas. “Eles não querem que eu me converta num peso para eles” - pensava.

Certa noite, preocupado pelo seu futuro, teve uma idéia. Na manhã seguinte chamou um amigo carpinteiro, e pediu-lhe que lhe fizesse um baú imitando os antigos baús de tesouro, com uma fechadura também de estilo antigo. Depois foi visitar outro velho amigo que era vidreiro e lhe pediu todos os pedaços de vidro que não lhe servissem. O ancião quebrou mais ainda os pedaços de vidro, encheu o baú com eles, fechou-o e o colocou no fundo do armário da cozinha onde guardava pratos, talheres, etc...

Um dia, em que seus filhos vieram jantar com ele, quando o ajudavam a pôr a mesa, descobriram o baú e lhe perguntaram:
- O que há neste baú?
- Nada - respondeu. - Apenas umas coisinhas que andei economizando...
Depois da janta, ao ajudarem o pai a recolher a mesa, perceberam que o baú era muito pesado e que ao mexer com ele se ouvia um barulhinho como de moedas.
- Deve estar cheio de moedas que foi economizando durante muitos anos - murmuraram entre si.

Decidiram, então, que deveriam vigiar aquele baú e para isso se organizaram para que cada semana um dos irmãos fosse viver com o pai, dessa maneira também poderiam cuidar dele. Na primeira semana ficou com ele o filho mais novo, na semana seguinte foi a vez do filho do meio e assim por diante, continuando assim por bastante tempo.

Finalmente, o pai adoeceu gravemente e morreu. Os filhos organizaram um belo enterro, pois sabiam que os esperava uma fortuna no baú do armário da cozinha, que compensaria todo aquele gasto.

Depois do enterro, os três irmãos procuram por toda a casa, a chave do baú e quando a acharam, abriram-no e descobriram que estava cheio de cacos de vidro.
- Que trapaça tão feia! - exclamou o filho mais velho.
- Eu não diria que foi tão feia assim, mas, ao contrário, uma bela trapaça - corrigiu o segundo filho. - Francamente, se não tivesse feito isso, não teríamos cuidado dele até o fim de sua vida, como fizemos...

O filho mais novo sentia-se muito triste:
- Estou envergonhado - disse. - Obrigamos nosso pai a fazer essa trapaça, porque não o tratamos como ele nos ensinou quando ainda éramos crianças...

Então,o filho mais velho esvaziou o baú no chão, para ter certeza de que não continha nenhum objeto de valor. Mas, no fundo do baú havia uma inscrição:
“Quinto mandamento: honrar pai e mãe”


Em certa cidade, vivia uma moça cega. Ela não se conformava com a sua cegueira e sua vida estava carregada de ódio e desespero. Odiava a si mesma por ser cega e odiava a todos por poderem ver. Só se salvava deste ódio destruidor o seu namorado!

Em certa ocasião, ela comentou com uma amiga que se pudesse enxergar, ela se casaria com seu namorado. Um dia, comunicaram-lhe que alguém lhe tinha doado um par de olhos. A operação foi um sucesso e a moça cega começou a enxergar.

Então seu namorado perguntou-lhe:  
- Agora que você pode ver, quer casar comigo?

A garota ficou chocada quando viu que seu namorado era cego!
Ela respondeu:
- Eu sinto muito, mas não posso me casar com você porque você é cego!

O namorado, muito triste, antes de se afastar, disse apenas:
- Por favor, cuide bem de meus olhos...

Impacto da Fé

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget